A trajetória de Eduardo Kobra

   
Fonte: http://www.diariosp.com.br/

      O artista neovanguardista Eduardo Kobra atualmente pode ser considerado mais um orgulho para nós brasileiros. Cresceu na periferia, onde começou como pichador, envolvido também com o rap. Mais tarde, tornou-se grafiteiro, e em seus trabalhos, encontrava-se grande influência do hip-hop, sempre seguindo os desdobramentos da arte urbana. Porém, foi em 2005 que Kobra ficou conhecido, com o projeto "Muro das Memórias", com foco em transformar a paisagem urbana com a arte e resgastar a memória da cidade. "Esse projeto é uma junção de nostalgia e modernidade, resultando em pinturas cenográficas, algumas monumentais." 


Projeto "Muro das Memórias" (Fonte:http://4.bp.blogspot.com/)

     Atualmente considerado muralista, ele tem trabalhos em outras cidades brasileiras além de São Paulo, como Rio de Janeiro, Brasília e Recife, e ainda, em Miami, Londres, Paris e Lyon também é possível apreciar a arte de Kobra. 
      O que mais chama a atenção, claro, são as cores, sempre fortes e que chamam muita atenção de quem passa por seus murais, juntamente com a misturas de formas, e seus temas, normalmente retratando pessoas e cenas de grande influência tanto para a história brasileira quanto mundial.


Albert Einstein (Fonte: http://vadebike.org/)

      Aqui em Brasília tive o prazer de ver o mural "O Candango", no prédio da Caixa Econômica, no Setor de Autarquias Sul, no qual Eduardo Kobra homenageia os candangos que trabalharam na construção da capital, e que também faz parte do projeto "Muro das Memórias".


O Candango (Foto por Gabriela Fonseca)

Fonte: www.eduardokobra.com

Comentários

Postagens mais visitadas